A (IN)CONSTITUCIONALIDADE DO ARTIGO 2º DA LEI DA FICHA LIMPA E O PRINCÍPIO FUNDAMENTAL DA NÃO-CULPABILIDADE Autor: Edgar Meneghetti Junior Monografia apresentada na disciplina de Trabalho de Curso II, do Curso de Direito, da Universidade do Vale do Taquari – UNIVATES, como parte da exigência para obtenção do título de Bacharel em Direito (Arquivo).

Ver mais

OS IMPACTOS DA INTERNET SOBRE OS PROCESSOS DE MOBILIZAÇÃO POLÍTICA UMA ANÁLISE DA CAMPANHA DA FICHA LIMPA Dissertação de mestrado para a obtenção do título de Mestre em Ciências Sociais, Patrícia Cucio Guisordi, 2017 (Arquivo)

Ver mais

A LEI DA FICHA LIMPA EM FACE DA CONVENÇÃO AMERICANA SOBRE DIREITOS HUMANOS: O NECESSÁRIO CONTROLE DE CONVENCIONALIDADE DIANTE DA POSSÍVEL VIOLAÇÃO AO DIREITO DE SER VOTADO Marcelo Roseno de Oliveira, 2017 (Arquivo)

Ver mais

AÇÃO COLETIVA E INOVAÇÃO SOCIAL NA ESFERA PÚBLICA: ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO MOVIMENTO DE COMBATE À CORRUPÇÃO ELEITORAL (MCCE) NO BRASIL Rubens Lima Moraes, 2014 (Arquivo)

Ver mais

PARTICIPAÇÃO E REPRESENTAÇÃO POLÍTICA: A INICIATIVA POPULAR DE LEI E O CASO DO MOVIMENTO DE COMBATE À CORRUPÇÃO ELEITORAL Cíntia Ebner Melchiori, 2011 (Arquivo)

Ver mais

SLACTIVISTS OR ACTIVISTS? THE IMPACT OF SOCIAL MEDIA USE ON INDIVIDUAL-LEVEL POLITICAL PARTICIPATION: EVIDENCE FROM THE BRAZILIAN FICHA LIMPA CAMPAIGN Anita Breuer, 2011 (Arquivo em inglês)

Ver mais